terça-feira, 2 de dezembro de 2014



 
   Há quem diga que estamos num mês especial porque nasceu um "tal" de Jesus Cristo, mas com todo o respeito eu prefiro pensar que somos nós que o tornamos especial. Especial pelo facto da pouca bondade genuína ainda existente na sociedade estar presente por todo o lado, por termos a capacidade de ser e praticar tudo que deveria existir durante os doze meses do ano. Os sorrisos perante a luz da cidade, a solidariedade para com os mais desfavorecidos, os pequenos gestos que para nós até podem ser insignificantes mas que alegram o dia de outras pessoas... No fundo, seria importante transportarmos a leveza com que vivemos a vida nesta época para os restantes meses do ano, sermos mais humanos e menos centrados no lado material da vida.

   Bem, mas enquanto isso não acontece vamos aproveitar o nosso "pequeno" mês de Dezembro!



1 comentário:

Kate disse...

Há que admitir que é um mês amoroso, como tu e este texto! :D